Programa Nossa Casa Apoio contempla municípios da região

0
261

O Programa Nossa Casa  foi lançado no final de setembro de 2019 pela Secretaria da Habitação do governo João Dória, com investimento de R$ 1 bilhão na construção de 60 mil residências até  2022.

Em maio deste ano, no entanto, iniciou uma nova fase: o Nossa Casa Apoio.

Nesta modalidade, os terrenos para as moradias serão construídas pelas empresas e o governo entrará com subsídio de até R$ 40 mil para auxiliar as famílias.

O objetivo é justamente fazer com a população  tenha acesso facilitado na  aquisição, com prestações mais baixas e que se encaixem no orçamento.

O secretário da pasta, Flávio Amary – em participação no programa Bom Dia ABC desta sexta-feira (05/06/20), com o comunicador Ricardo Leite – diz que a meta é construir mais de 15 mil unidades habitacionais em todo o Estado de São Paulo.

Municípios do ABC, como Diadema,  também serão contemplados:

 

 

Para participar do programa não é preciso se inscrever ou entrar em sorteios.

As exigências são: ter uma renda de até 3 salários mínimos; não ter participado de nenhum outro programa habitacional no passado e não possuir casa própria.

Flávio Amary elogiou o trabalho de algumas autoridades da região, como o secretário executivo de Habitação do Estado e ex-secretário de Santo André, Fernando Marangoni; a deputada estadual e líder do governo Dória na Assembléia Legislativa, Carla Morando; e os prefeitos Paulo Serra, de Santo André, e Orlando Morando, de São Bernardo.

Acompanhe a íntegra da entrevista pela live no Facebook da Rádio ABC:

 

Rádio ABC

Rádio ABCPowered by Restream https://restream.io/Acompanhe a programação da ABC ao vivo!

Posted by Rádio ABC on Friday, June 5, 2020

 

Diadema recebe R$ 1 milhão para a emissão de cheques moradias da Secretaria Estadual de Habitação

O prefeito Lauro Michels conseguiu junto ao Governo do Estado a liberação de R$ 1 milhão do Programa Nossa Casa para fomentar a construção de 80 unidades habitacionais em Diadema.

O objetivo é que famílias de baixa renda, até três salários mínimos, possam ter acesso à aquisição da casa própria.

“Gostaria de agradecer ao governador João Dória, ao vice-governador Rodrigo Garcia e ao secretário estadual da Habitação, Flávio Amary, pelo recurso do Programa Nossa Casa-Apoio que beneficiará 80 famílias do Conjunto Liberdade. É com satisfação que comemoramos mais essa conquista para Diadema”, ressaltou o prefeito Lauro Michels.

O Programa oferece cheque para que as famílias adquiram moradias em empreendimentos que foram oferecidos ao programa e, posteriormente, aprovados pela Secretaria de Estado da Habitação com preços sociais.

Ou seja, o cheque moradia é um subsídio concedido pelo Governo do Estado, por meio da Casa Paulista, para as famílias efetivarem a compra do imóvel, junto às construtoras.

“O Nossa Casa-Apoio é um programa inovador porque estende hoje o cheque moradia à sociedade civil, mas, exclusivamente a famílias com renda de até três salários mínimos. Antes o cheque moradia era direcionado apenas para funcionários públicos. Isto permite que as famílias de mais baixa renda consigam ter o financiamento federal para pagar a sua casa própria e com isso adquiri-las”, explica o secretário executivo da Habitação e subsecretário da Casa Paulista, Fernando Marangoni.

 

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA