Metade das MPIs entraram em recuperação judicial ou decretaram falência

0
183
Mid adult female electrician working on drone at desk in industry, using magnifying glass

O 5º Boletim de Tendências das Micro e Pequenas Indústrias do Estado de São Paulo mostra que 50% dos fornecedores faliram ou entraram em recuperação judicial desde o início da quarentena por causa da Covid-19.

Ao menos 16% das empresas relatam o risco de falência nos próximos 30 dias, das quais 17% representam as microindústrias e 10% são do grupo de pequenas empresas.

Já 14% apresentam risco de recuperação judicial nos 30 dias subsequentes.

Esses índices da pesquisa Simpi/Datafolha são desoladores, segundo o presidente do Sindicato de Micro e Pequenas Indústrias do Estado de São Paulo, Joseph Couri:

 

 

A crise provocada pela pandemia aumentou também a inadimplência: 42% dos empresários acreditam que a dívida cresceu e 47% dizem que continua igual à época antes da quarentena, que já revelava índices preocupantes.

Além disso, as demissões subiram: 32% mandaram funcionários embora; 19% demitiram mais de 30% dos funcionários.

A coleta de dados ocorreu entre os dias 6 a 15 de junho de 2020.

 

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA