São Bernardo implanta almoço em 72% das escolas municipais

0
310

A rede municipal de São Bernardo conta com o total de 82.000 alunos, sendo que 2.300 deles possuem algum tipo de restrição alimentar.

Com a implantação do almoço iniciada em fevereiro de 2019 e que hoje atinge 72% da rede, foi garantida a inclusão destas crianças.

Para verificar como é feito este trabalho e também para experimentar a “feijoadinha”, prato predileto dos alunos, o prefeito Orlando Morando esteve na EMEB Prof. Waldemar Canciani, no Parque Imigrantes, acompanhado pela secretária de Educação, Sílvia Donnini.

Esta unidade escolar conta 435 alunos e recentemente incluída no programa “Educar Mais”.

“Atendemos a uma demanda antiga. A implantação do almoço foi uma ação acertada e obedece ao princípio do ganha-ganha. Ganham os alunos que contam com uma refeição balanceada e muito nutritiva. E também ganham aqueles que tinham uma série de restrições e que agora podem usufruir de um cardápio igualitário e com poucas alterações, que garante maior variedade e nutrientes adequados”, afirmou o chefe do Executivo.

Os alunos com restrições alimentares recebem orientações individualizadas pelas nutricionistas de Divisão de Alimentação Escolar, da Secretaria de Educação, a partir de laudos médicos com diagnósticos de diversas patologias.

Entre as restrições atendidas estão: intolerância a lactose, alergia a ovo, diabetes, alergia a corantes e conservantes, refluxo gastroesofágico, colesterol elevado, autismo e seletividade alimentar, alergia a amendoim, rim policístico, controle de obesidade, hipertensão, entre outros.

A secretária de Educação, Sílvia Donnini, enfatiza a importância do trabalho feito pelas equipes de Divisão de Alimentação escolar, das nutricionistas e das merendeiras. “As escolas mantêm quadros ou pastas com fotos dos alunos e sua respectiva restrição, para que não haja o risco deles ingerirem fora de sua dieta. Quando necessárias, são realizadas reuniões nas escolas – com ou sem a presença dos familiares dos alunos – a fim de alinhar o atendimento a este público”, explicou.

A implantação do almoço em toda a rede municipal será concluída em fevereiro de 2020.

Até o momento, 72% das escolas de Educação Infantil (4 e 5 anos) e Ensino Fundamental (1º ao 5º ano) contam com esta refeição em seu cardápio.

Outra importante ação feita pela atual gestão foi à distribuição da versão impressa do cardápio escolar.

Entregue periodicamente aos pais, a publicação tem o objetivo de informar acerca do que é servido mensalmente aos alunos.

Há também tabela nutricional com as necessidades diárias dos estudantes no período de aula.

A alimentação escolar servida aos cerca de 82.000 alunos da rede municipal respeita as diretrizes do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE), iniciativa do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), do Ministério da Educação.

O cardápio escolar também está disponível em forma digital no Portal da Educação de São Bernardo:https://educacao.saobernardo.sp.gov.br/index.php/alimentacao-escolar.html.

 

Foto: Gabriel Inamine/PMSBC

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA