São Bernardo amplia atendimento na UBS Alvarenga

0
171

A Prefeitura de São Bernardo deu início, na última sexta-feira (06/09/19), à ampliação do horário de atendimento de mais uma Unidade Básica de Saúde (UBS), dentro do programa Saúde na Hora, do governo federal.

A partir de agora, a UBS Alvarenga (Estrada dos Alvarengas, 1.199) também passará a atender das 7h às 22h, com oferta de consultas médicas e odontológicas, coleta de exames laboratoriais, vacinação, entre outros serviços em período estendido.

A projeção é de aumento de 20% a 30% no número de atendimentos.

A unidade é a segunda a ser contemplada com a extensão do horário de funcionamento, depois da UBS Vila São Pedro, que iniciou o novo formato na última segunda-feira (02/09/19).

Para atuar no novo turno, serão contratados 12 profissionais, sendo dois médicos, dois enfermeiros, dentista, recepcionistas, entre outros.

Atualmente, a UBS Alvarenga conta com 49,8 mil pacientes ativos e 94 funcionários, sendo 8 médicos, que realizam em média 15 mil atendimentos por mês.

“A proposta é atender melhor, por meio da flexibilização do horário, além de reduzir o absenteísmo. Com o atendimento estendido, com certeza, a demanda será melhor distribuída e como consequência os serviços oferecidos também vão melhorar”, destacou o prefeito Orlando Morando, em visita à unidade.

Ainda em setembro, a UBS Vila União também passará a atender até as 22h.

O plano da Administração prevê a expansão de expediente em 24 unidades até o final do ano.

Atualmente, a UBS União já atua em horário estendido – até às 21h – apresentando números reduzidos de absenteísmo em comparação com os demais endereços.

Para se enquadrar ao programa federal, São Bernardo se adequou a uma série de requisitos estabelecidos pelo Ministério da Saúde, como manter a composição mínima das seis equipes de Saúde da Família (médico, enfermeiro, dentista e auxiliar de enfermagem), sem reduzir o número de equipes que já atuam no município.

“A ampliação do horário de funcionamento nestas 24 unidades vai equivaler ao expediente de seis novas Unidades Básicas de Saúde.

Ou seja, sem precisar gastar recursos com a construção de novos equipamentos estamos aumentando significativamente o atendimento.

É como se tivéssemos as 40 unidades de saúde que almejamos a longo prazo”, completou o secretário de Saúde, Dr. Geraldo Reple

 

 

Foto: Ricardo Cassin/PMSBC

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA