Obra do Terminal Batistini, em SBC, chega a 40% de execução

0
152

Com 40% dos serviços já executados, as obras de construção do futuro Terminal Batistini, próximo às Ruas Matilde Ferrari Marçon e Valdomiro Luís, foram vistoriadas na tarde desta segunda-feira (17/06/19) pelo prefeito Orlando Morando.

A previsão é que o equipamento seja entregue à população no primeiro trimestre do próximo ano, permitindo a conexão das linhas que hoje atendem a região da Estrada Galvão Bueno e beneficiando moradores dos bairros Batistini, Demarchi e Botujuru.

O terminal contará com cerca de 4.000 metros quadrados de área construída, composta por edificações de apoio à operação, como bilheterias, sanitários públicos, guarita, prédio operacional e administrativo e bicicletário, além de plataforma para embarque e desembarque – atendendo às linhas alimentadoras e troncais – e área de estacionamento para ônibus e veículos.

O investimento total é de aproximadamente R$ 23 milhões.

As obras estão sendo executadas pela empresa ETC Empreendimentos e Tecnologia em Construções.

“Hoje temos um grande volume de máquinas e caminhões trabalhando. Nossa meta é entregar no começo do ano que vem, melhorando o sistema de transporte público da nossa cidade, por meio de terminais de conexão, que melhoraram a logística e a organização do trânsito. A obra caminha dentro do prazo e inclui quatro faixas de rolamento e passarelas nas duas extremidades, para facilitar o acesso de pedestres”, explicou o chefe do Executivo.

A inspeção da obra também contou com presença do vice-prefeito e secretário de Serviços Urbanos, Marcelo Lima, do secretário de Transportes e Vias Públicas, Delson José Amador, e do presidente da Empresa de Transportes Coletivos (ETC), Ademir Silvestre.

Atualmente, são cerca de 40 trabalhadores atuando na obra do terminal, além de cerca de 30 caminhões destacados para auxiliar no trabalho de terraplanagem do terreno.

NOVO MODELO DE MOBILIDADE URBANA – O futuro Terminal Batistini faz parte de um amplo projeto de valorização do transporte coletivo sobre o individual atualmente em curso em São Bernardo.

O espaço será ponto de transferência para os usuários do Corredor da Estrada Galvão, hoje em construção.

Com 6,3 km de extensão, o corredor começará na rotatória do trecho sul do Rodoanel Mário Covas, se estendendo até o fim da Avenida Maria Servidei Demarchi.

A faixa de ônibus será construída à direita, com 18 paradas.

A previsão é que o projeto seja concluído no início de 2020, com investimento de R$ 16,4 milhões.

 

 

Foto: Ricardo Cassin/PMSBC

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA