Municípios da região fazem desinfecção nas vias e prédios públicos

0
100

Com o objetivo de combater a propagação do novo coronavírus, a Prefeitura de Santo André começou a realizar nesta quarta-feira (25/03/20) trabalho de desinfecção em diversas ruas e avenidas da cidade.

Caminhões-pipa jogaram cloro e desinfetante em corredores comerciais, no entorno de equipamentos de saúde, terminais de ônibus, entre outros locais.

A limpeza das vias está sendo realizada por meio de parceria entre o Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André) e a Secretaria de Manutenção e Serviços Urbanos.

Ao todo, seis caminhões e carretas estão percorrendo a cidade, realizando lavagem em pontos estratégicos. Na sequência, é realizada aplicação de produto sanitizante em bancos, fachadas e lixeiras.

Neste primeiro dia, a ação foi realizada nas ruas General Glicério, Bernardino de Campos, Itambé e vias no entorno do Centro Hospitalar Municipal, estações Utinga e Prefeito Saladino da CPTM, UPA Bangu, Pronto Atendimento Vila Luzita, Hospital da Mulher, Praça Mario Guindani, rua Coronel Oliveira Lima e Praça do Carmo. Também foi realizada limpeza nas proximidades da Igreja Senhor do Bonfim e dos Cemitérios Camilópolis, Curuçá e Assunção.

“Estamos vivendo a maior crise sanitária da história. Há pouco dias estava tudo bem, estávamos com um calendário lindo para o aniversário da cidade e de repente tudo mudou. Estamos vivendo uma guerra em que não enxergamos o inimigo e estamos tomando todas as ações necessárias para combater a pandemia. A arma mais importante, no entanto, é o isolamento social”, alertou o prefeito Paulo Serra.

Periodicamente, além dos pontos higienizados nesta terça-feira, outros pontos também passarão pelo mesmo processo.

Esta ação faz parte das diversas iniciativas adotadas pelo município para controlar a pandemia de Covid-19 que, até o momento, registrou dez casos confirmados, sendo um óbito, e outros 155 casos suspeitos aguardando análise do Instituto Adolfo Lutz.

Foto: Divulgação Semasa
SÃO BERNARDO
Além do conjunto de medida voltadas à prevenção do contágio do novo coronavírus, a Prefeitura de São Bernardo ampliou nesta quarta-feira (25/03/20) o trabalho de sanitização da cidade, por meio da aplicação de jatos de água sanitária em vias, calçadas, muros, pontos de ônibus, equipamentos públicos e estabelecimentos comercias fechados.

A medida tem como objetivo desinfetar eventuais locais contaminados pelo vírus e frear o avanço da doença no município.

Para isso, estão sendo usados três caminhões-pipas com capacidade de armazenamento de 7.000 m³ de água de reuso com água sanitária dissolvida em cada viagem.

Para realizar o processo de higienização, a Prefeitura disponibiliza para cada equipe um motorista e dois operadores. Protegidos com vestimenta especial, os profissionais são acompanhados ainda por equipes da GCM (Guarda Civil Municipal), Departamento de Trânsito e da Fiscalização da Prefeitura.

Desta vez, foram alvos do mutirão da limpeza equipamentos como o 1º, 3º, 6º e 7º DP de São Bernardo, UBS Baeta Neves, UBS Farina, UBS Vila São Pedro, UBS Parque São Bernardo, UBS Vila Euclides, UBS Santa Terezinha, UBS Taboão, UBS Pauliceia, UBS Jardim Represa, cemitérios do Baeta Neves, das Colinas e da Vila Euclides, UPA São Pedro, UPA e UBS Demarchi, base da PM e da GCM no bairro Batistini, base da GCM na Praça Giovani Breda, Ecoponto da Avenida Capitão Casa, além de diversos pontos de ônibus, fachadas de restaurantes, mercados, farmácias e açougues.

“Os estudos sobre o tempo de sobrevivência do vírus em ambientes e superfícies ainda não são concretos e por isso não queremos arriscar. Estamos higienizando os locais onde há mais público, como equipamentos de saúde, e ambientes que concentravam muitas pessoas antes das medidas de fechamento de comércios e de redução do transporte público. O intuito é remover qualquer vestígio deste vírus e conter o avanço da doença na cidade”, explicou o prefeito Orlando Morando.

MUTIRÃO – O mutirão da limpeza teve início da cidade nesta segunda-feira (23/03), com limpeza de UPAs, UBSs, pontos de ônibus, além do PA Taboão, albergue municipal, Ecoponto Montanhão, Hospital de Clínicas, Policlínica Alvarenga, Igreja Matriz, Praça Santa Filomena, Bom Prato, Caps 24h (Centro de Atenção Psicossocial) Centro, PS Central, Poupatempo e Terminal Rodoviário João Setti, entre outros.

CASOS – Até o momento, foram notificados 546 casos do novo coronavírus na cidade, sendo 41 descartados e outros 494 em investigação.

Foram confirmados 11 casos da doença, sem nenhum óbito confirmado.
Foto: Divulgação
RIBEIRÃO PIRES

Nesta quinta-feira, dia 26, a Prefeitura de Ribeirão Pires realizou limpeza desinfetante no Terminal Rodoviário Municipal, região central da cidade.

Essa é mais uma ação adotada pelo município no combate ao coronavírus.

Outros pontos públicos do município receberão a higienização, incluindo o entorno da UPA Santa Luzia.

O produto utilizado para limpar o Terminal Rodoviário de Ribeirão Pires é uma combinação de água e hipoclorito de sódio, importante para desinfetar o que não pode ser limpo apenas com água e sabão – que é o procedimento indicado para higienização das mãos e roupas.

O vírus tem a capacidade de ficar retido na superfície de objetos e também no solo, onde a solução desinfetante age com maior eficácia.

As equipes que atuam nesse e em outros serviços de limpeza na cidade seguem protocolo de segurança e higiene.

A Prefeitura de Ribeirão Pires está seguindo todas as medidas de segurança para o combate ao coronavírus no município.

Novas ações estão sendo tomadas de acordo com as diretrizes dos órgãos de saúde – Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo e Ministério da Saúde.

Foto:Mariana Rodrigues/PMRP

SÃO CAETANO 

Nesta quinta-feira, dia 26, a Prefeitura de Ribeirão Pires realizou limpeza desinfetante no Terminal Rodoviário Municipal, região central da cidade.

é mais uma ação adotada pelo município no combate ao coronavírus. Outros pontos públicos do município receberão a higienização, incluindo o entorno da UPA Santa Luzia.

O produto utilizado para limpar o Terminal Rodoviário de Ribeirão Pires é uma combinação de água e hipoclorito de sódio, importante para desinfetar o que não pode ser limpo apenas com água e sabão – que é o procedimento indicado para higienização das mãos e roupas.

O vírus tem a capacidade de ficar retido na superfície de objetos e também no solo, onde a solução desinfetante age com maior eficácia.

As equipes que atuam nesse e em outros serviços de limpeza na cidade seguem protocolo de segurança e higiene.

A Prefeitura de Ribeirão Pires está seguindo todas as medidas de segurança para o combate ao coronavírus no município.

Novas ações estão sendo tomadas de acordo com as diretrizes dos órgãos de saúde – Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo e Ministério da Saúde.

Foto: Jorge Aro/Saesa

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA