SBC adota programa de rastreamento de casos de coronavírus

0
193

A Prefeitura de São Bernardo irá adotar programa de rastreamento pioneiro de casos confirmados e suspeitos de coronavírus em seu território.

Através de plataforma tecnológica e unificada desenvolvida pelo Governo do Estado,  profissionais da Saúde da cidade passarão a adotar o procedimento, cujo objetivo é acompanhar e isolar todas as pessoas que tiveram contato com pacientes infectados pela Covid-19.

O município integra grupo composto por três cidades (Araraquara e Bauru) selecionadas pelo Governo do Estado para participar do projeto piloto.

A expectativa é que após esta etapa, a iniciativa seja expandida para demais cidades de São Paulo até o fim de agosto.

O acompanhamento que passa a ser adotado no município é considerado essencial para frear a expansão de contágio da Covid-19.

Com a iniciativa, a Secretaria de Saúde terá ainda mecanismos e dados para aperfeiçoar e traçar o perfil epidemiológico da doença.

“Ao rastrear e identificar esses possíveis casos suspeitos estaremos atuando diretamente no combate a disseminação da Covid-19, evitando a exposição dessas pessoas. Trata-se de uma iniciativa adotada por países da Europa e que foi fundamental para diminuir a curvas de casos”, destacou o prefeito Orlando Morando.

Segundo a secretaria de Desenvolvimento Econômico estadual, Patrícia Ellen, a ferramenta foi adaptada para seguir um padrão em cada cidade. “Em São Bernardo já existe uma equipe bastante profissionalizada e nós vamos apoiá-los com modelo de controle e integração de plataforma”.

PROCESSO – A medida prevê que profissionais da Vigilância Epidemiológica do município façam o acompanhamento de pacientes com Covid-19 por telefone, possibilitando assim o rastreamento de seus contatos e possíveis casos suspeitos.

Ao detectar esses indivíduos, a Secretaria de Saúde também passará a monitorar essas pessoas.

Atualmente, com apoio da Atenção Básica, a Prefeitura de São Bernardo monitora todos os pacientes infectados com Coronavírus que estão em isolamento em suas residências.

O monitoramento é feito pelos profissionais das Unidades Básicas de Saúde (UBSs) via telefone e, em caso necessário, em visitas presenciais. 

ISOLAMENTO – Na última semana, em mais uma ação para coibir a disseminação da Covid-19, a Prefeitura de São Bernardo entregou a “Casa Convida”, equipamento com 11 leitos que abrigará doentes leves com maior vulnerabilidade e dificuldade de isolamento na própria.

 

Foto: Omar Matsumoto/PMSBC

 

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA