Incendiário de ônibus que gritou “Fora Bolsonaro” é solto

0
233

Justiça do Distrito Federal concedeu neste sábado (27/06/20) a  liberdade provisória a Cláudio da Silva Lage, 36 anos.

Militante responsável por atear fogo dentro de um ônibus, na tarde de quinta-feira (25), em frente ao Palácio do Planalto.

O milintante estava com uma garrafa de combustível nos fundos do veículo e gritava “Fora Bolsonaro”.

No momento do crime, 10 passageiros estavam no ônibus. Nenhum deles ficou ferido.

Mesmo com o veículo em chamas, o motorista Adilson José, 54 anos, conseguiu conduzi-lo até em frente ao Palácio do Planalto e estacioná-lo ali.

De acordo com a decisão da juíza Luciana Gomes Trindade, o crime “não causou significativo abalo da ordem pública nem evidenciou periculosidade exacerbada do seu autor”.

Para a magistrada, não há justificativas para manter a prisão do autuado.

 

 

 

Fonte: Gazeta Brasil

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA