Atenção básica da saúde de Diadema é destaque nacional

0
904

Em 2018, o Ministério da Saúde(MS) avaliou como “Muito bom” e “Bom” 73,2% das equipes de saúde de Diadema.

O MS divulgou, no dia 6/9/18, os resultados do 3° Ciclo do Projeto de Melhoria do Acesso e da Qualidade da Atenção Básica (PMAQ).

Com este resultado, Diadema passa a receber mensalmente mais R$ 330.895,50, durante os próximos 24 meses para o custeio da Atenção Básica.

O PMAQ eleva o repasse de recursos do incentivo federal para os municípios participantes que atingirem melhora no padrão de qualidade no atendimento.

“Diadema vem trabalhando intensamente para melhorar todos os índices. Realizamos uma reorganização geral na Atenção Básica. Implantamos o Prontuário Eletrônico do Cidadão (PEC) nas 20 UBS e toda população foi recadastrada. As equipes da Saúde da Família estão completas. Tudo isso resultou em profissionais e equipes mais motivadas o que foi fundamental para o desenvolvimento de um trabalho mais qualificado junto aos usuários”, comentou o prefeito Lauro Michels.

O PMAQ tem como objetivo incentivar os gestores e as equipes a melhorarem a qualidade dos serviços de saúde oferecidos aos cidadãos.

Para isso, propõe um conjunto de estratégias de qualificação, acompanhamento e avaliação do trabalho das equipes de saúde.

O programa foi lançado em 2011, e nesse 3º ciclo participaram as equipes da Atenção Básica, Saúde da Família, Saúde Bucal, Núcleos de Apoio à Saúde da Família e Centros de Especialidades Odontológicas que se encontram em conformidade com a Política Nacional de Atenção Básica.

Durante a avaliação, foi analisada a estrutura das unidades de saúde, a adequação dos ambientes de trabalho e de atendimento, equipamentos, materiais e processos de trabalho (como organização das equipes, acolhimento, programação de atendimentos, atividades, oferta de serviços, resultados, indicadores de produção e de atendimento).

“Na etapa final, chamada de avaliação externa, todos os aspectos são vistoriados “in loco” por técnicos contratados por universidades, sob a direção do Ministério da Saúde. Foram realizadas também entrevistas com gerentes, usuários e profissionais da rede municipal”, comentou o coordenador da Atenção Básica, Douglas Scheneider.

A secretaria de Saúde realizou um novo planejamento, contratou novos médicos, enfermeiros, dentistas e agentes comunitários de Saúde, e novos protocolos de enfermagem foram implantados.

A Saúde Bucal foi renovada voltando a desenvolver trabalhos coletivos em creches e escolas municipais e estaduais e passou a atender mais famílias.

Diadema venceu o prêmio do Conselho Regional de Odontologia de Saúde Bucal, na categoria “Melhor Política Municipal de Saúde Bucal” entre os municípios com mais de 300 mil habitantes do Estado de São Paulo.

Os Núcleos de Apoio à Saúde da Família foram recompostos.

O acolhimento e o agendamento foram reorganizados, com a extinção das filas das madrugadas.

São realizadas reuniões rotineiras entre os profissionais e os fluxos também estão mais ágeis. “Em comparação com a avaliação anterior, os resultados foram significativamente melhores, atestando os avanços obtidos na área nos últimos anos. A saúde de Diadema está avançando”, comentou o secretário de Saúde, Luiz Cláudio Sartori.

Em 2018 73,2% das Equipes de Diadema foram avaliadas como “Muito bom” e “Bom”.

PHOTO-2018-09-17-14-52-35

No conjunto dos sete municípios do ABCD foram avaliadas 313 Equipes. A tabela a seguir mostra os resultados obtidos pelas 7 equipes:

PHOTO-2018-09-17-14-52-36

O gráfico a seguir apresenta as proporções de equipes avaliadas como “Muito bom” e “Bom” nesse 3º Ciclo do PMAQ nos sete municípios do ABCD.

PHOTO-2018-09-17-14-52-36

 

Fotos: Divulgação PMD

 

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA