Ana Veterinária orienta sobre os cuidados com o animal na quarentena

0
177

A  Covid-19 chegou para desequilibrar a vida do Homem em todos os sentidos.

Em tempos de isolamento social e medidas restritivas, o animal de estimação se tornou uma companhia essencial.

Mas, em função de informações dúbias e sem base científica, muitas pessoas abandonaram os animaizinhos com medo de contrair o novo vírus, o que é um erro.

A especialista Ana Veterinária, de Santo André, afirmou no programa Bom Dia ABC desta sexta-feira (26/06/20) para o comunicador Ricardo Leite, que o coronavírus descoberto na década de 60 em animais e o de 2019 não tem nenhuma relação e não há nada que comprove a transmissão para o Homem.

Como profissional do setor, ela recomenda que ao sair com o cachorro ou gato para um passeio nos parques, por exemplo, deve-se tomar certos cuidados como não ir para lugares distantes; não permitir que outra  pessoa passe a mão no animal; e não parar para conversar com vizinhos.

Ao chegar em casa, o ideal é lavar as patinhas e o focinho com sabão neutro e secar bem.

O uso de álcool gel não é recomendado porque o pet pode ser alérgico ao produto, além de agredir o couro.

Outro lembrete: não deixe de vacinar mesmo em quarentena. Isso pode evitar outras doenças.

E, se você pretende castrar o seu bichinho de estimação, esse período em que você está em casa é o ideal, pois é possível ficar mais próximo do pet e cuidar melhor da recuperação pós-cirurgia.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA