Aidan e Pastorin debatem os perigos da vaquinha virtual

0
756

Política e eleição.

Estes foram os temas debatidos pelo ex-prefeito de Santo André, Aidan Ravin, e o advogado especializado em Direito Eleitoral,  Daniel Pastorin, no programa João Ferreira de sábado (21/07/18).

O especialista explicou a polêmica das doações para os candidatos.

Para começar, as vaquinhas virtuais só podem ser feitas por pessoas físicas e com limites de valores estipulados em 10% dos vencimentos brutos do doador no ano anterior.

O advogado afirma que existem restrições excessivas que não permitem ao candidato fazer campanha.

Para Daniel Pastorin, isso não é uma exigência legal, é imposição do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), que faz com que os eleitores não conheçam os pré-candidatos.

Pré-candidato a deputado estadual pelo Podemos, Aidan Ravin está ciente de que existem complicadores como a falta de dinheiro por parte da população, além do povo não querer saber de políticos e de política.

Daniel Pastorin ressalta que a restrição é grande e quem tentar burlar a lei vai ser punido , como está ocorrendo com o prefeito de São Caetano, José Auricchio Jr.

Ouça a entrevista na íntegra:

 

 

 

 

 

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA