Terminal Zaíra será demolido neste sábado

0
1371

A Prefeitura de Mauá vai remodelar o transporte na região do Zaíra a partir deste sábado (30/9/17), quando a rodoviária do bairro será demolida.

O desligamento do equipamento é um antigo pedido da população local que não aprova a localização da rodoviária, nem os serviços oferecidos pelo terminal.

“A população tem um nome para essa rodoviária: O Terminal da Vergonha. Demolir esse espaço é ouvir o pedido da população e mostrar que nosso governo está sempre aberto aso diálogo. Está interessado em melhorar a qualidade de vida das pessoas e a qualidade do transporte da nossa cidade”, diz Atila.  

Após estudo técnico, a administração Um Novo Tempo ouviu o pedido da população.

A partir de agora as quatro linhas que utilizam o espaço para troca de passageiros passarão a fazer ligação direta bairro-centro, pedido antigo de usuários do serviço.

“Demoro até 30 minutos mais esperando o ônibus no terminal. Fora que se consigo sentar no centro, pode ser que até meu bairro não consiga mais”, diz a comerciante Michelle Santos, usuária da linha Zaíra 6, que agora voltará a percorrer todo o bairro até o centro, sem a necessidade de baldeação.

Quatro das nove linhas que operam no bairro passarão por mudanças com a retirada do terminal: Linha 86 (Zaíra 6), Linha 85 (Zaíra 5), Linha 88 (Zaíra/Sertãozinho) e Linha 80 (Expresso Zaíra). 

Segundo a Secretaria de Trânsito, as linhas do Zaíra movimentam um fluxo diário de 110 mil passageiros, quase 25% do total de usuários do transporte público na cidade.

No entanto, apenas cerca de 2.000 utilizam os serviços de baldeação no terminal.

 Entre as linhas que passarão por modificação, a maioria terá adicionados ao percurso habitual novos pontos, em locais próximos onde hoje está a rodoviária.

No caso da Linha Expresso Zaíra, ela terá um itinerário de pontos com maior circulação, como ocorre hoje com as linhas Expressas do Hélida e do Guapituba/Vila Mercedes.

O cartão SIM também funcionará como auxílio aos passageiros que dependem de baldeação.

O bilhete dá 60 minutos para troca de linhas sem necessidade de novo pagamento. 

A informação sobre os novos itinerários estará disponível no terminal central e será distribuída por fiscais durante a próxima semana, para facilitar informações aos usuários.

Foto: Caio Arruda/Divulgação PMM

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA