TCE aprova contas de 2017 da Prefeitura de São Bernardo

0
246

A gestão do prefeito de São Bernardo, Orlando Morando, teve as contas aprovadas de seu primeiro ano de exercício (2017) pelo Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCE).

O resultado foi destacado pela Corte estadual, que no teor publicado pelo conselheiro Dimas Ramalho, detalhando que o “município demonstrou equilíbrio na gestão orçamentária e financeira”, durante o período de primeiro ano de administração, garantindo um superavit orçamentário na ordem de R$ 79,6 milhões.

A contabilidade financeira em 2017 foi o primeiro desafio da gestão do prefeito Orlando Morando, que ao iniciar os trabalhos à frente do Executivo tinha contas a pagar na ordem de R$ 200 milhões.

“Esta aprovação é uma conquista, porque a situação era extremamente grave. E, logo de início, precisamos implementar um duro plano de austeridade fiscal para possibilitar o andamento das ações do governo. Não foi fácil, mas, agora, é possível ver como a solução mais acertada. Pois além de garantir o andamento dos serviços públicos, conseguimos entregar muitas obras e iniciar muitos programas”, destacou o prefeito Orlando Morando.

O relatório indica que, no ano de 2017, a administração aplicou recursos mínimos exigidos pela Constituição em Educação e Saúde.

A gestão fiscal eficiente permitiu que o município, que possuía o rating D- junto a Caixa Econômica Federal, revertesse para A+, e com uma política inovadora, sem aumentar impostos, o que demonstra o equilíbrio nas contas públicas e o total cumprimento das metas fiscais.

PACOTE DE REALIZAÇÕES – O plano financeiro permitiu ao município garantir importantes etapas em diversos setores.

Na Educação, foi inserido o programa de tempo integral nas escolas, o Educar Mais, além de uma nova realidade, com kit de material escolar e uniformes, com qualidade, e sendo entregues antes do início das aulas.

Na Saúde, transformação no Hospital de Clínicas e nos outros equipamentos públicos, além da construção do Hospital de Urgência, que ficará pronto em 2020, com 250 leitos.

Na Mobilidade Urbana, entrega de três Viadutos: Mamãe Clory (sobre a Robert Kennedy), Castelo Branco e Praça dos Bombeiros (que liga as avenidas Luiz Pequini e Rotary).

 

 

 

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA