Servidores rejeitam proposta da Prefeitura de Santo André

0
1341

Nesta segunda-feira (26/06/17) o prefeito de Santo André, Paulo Serra, recebeu uma comissão de servidores para discutir pautas da campanha salarial.

Um grupo ficou do lado de fora e promoveram um apitaço na hora do almoço.

O professor da rede, Sidnei Aparecido Soares, falou sobre as reivindicações:

 

Durante a tarde, a administração enviou um documento com os resultado da reunião para os servidores.

Esta foi a nota oficial enviada à imprensa:

A Prefeitura de Santo André, por meio da Secretaria de Inovação e Administração, em encontro com a Comissão e o interventor do Sindserv (Sindicato dos Servidores de Santo André), garantiu à categoria que, mesmo diante da grande crise financeira que a Prefeitura atravessa, não haverá perda real dos salários durante a gestão do prefeito Paulo Serra.

A administração municipal se comprometeu a garantir durante o governo a reposição da inflação de 4,57% do presente ano, e também a apresentar um cronograma de pagamento que será elaborado e apresentado pela Prefeitura em até 60 dias.

Diferentemente do último ano da gestão passada, a primeira parcela do 13º salário será paga de forma antecipada nesta sexta-feira (30/06), conforme demanda encaminhada pelo Sindicato. Além disso, o valor da cesta básica terá um aumento de 15,57% a partir da data-base de 01 de abril de 2017.

Por fim, dando sequência à melhoria da estrutura de alimentação da Prefeitura, que assumiu nos últimos meses o preparo da refeição de 11 restaurantes voltados ao servidor municipal, a administração se comprometeu a trabalhar para resolver os problemas de qualidade e do fornecimento de marmitex aos servidores.

As propostas foram avaliadas em assembléia realizada à noite no Paço.

Os servidores decidiram rejeitar a proposta da Prefeitura.

A categoria – cuja data-base é abril – exigem reposição da inflação e aumento imediato.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA