São Bernardo qualifica jovens em vulnerabilidade social

0
792


A Prefeitura de São Bernardo iniciou nesta segunda-feira (18/09/17) o programa Conexão para o Trabalho, que oferece aulas e palestras preparatórias para o mercado de trabalho aos jovens beneficiados pelo Programa de Educação do Adolescente para o Trabalho (Peat).

Realizada no Centro de Empreendedorismo e Inovação em Tecnologia de São Bernardo (Ceitec), a ação tem o objetivo de aprimorar o exercício da cidadania, assim como preparar os participantes para a carreira profissional.


O programa piloto será composto por quatro turmas de 35 alunos, que receberão oficinas de mecânica, desenho técnico, elétrica automobilística e industrial e criação de aplicativos na plataforma Android.

As aulas terão duração de três meses, sendo realizadas de segunda, quarta e sexta-feiras, com turmas no período da manhã e tarde, sempre no Ceitec. Todos os oito professores que atuam no programa são especializados em engenharia e voluntários da reserva intelectual de São Bernardo.


A aula inaugural do projeto foi ministrada nesta segunda-feira pelo prefeito Orlando Morando, que fez breve explanação sobre os dez itens que considera essenciais para se destacar no mercado de trabalho: oportunidade, conhecimento, família, vontade, disciplina, determinação, relacionamento, transparência, ação social e visão de futuro.


“Muitas vezes uma oportunidade é o que basta para transformar a realidade de quem está disposto a avançar e se desenvolver. Porém, mais do que uma chance é muito importante o comprometimento e a disciplina para crescer como profissional e ser humano. Espero que estes jovens abracem esta oportunidade e desenvolvam toda a coragem, vontade e perseverança necessárias para atingir o sucesso”, discursou o prefeito, durante palestra de abertura da atividade, que reuniu cerca de 60 adolescentes.


Hoje, São Bernardo conta com 127 beneficiados pelo programa, que atuam em estágios nos departamentos da Administração direta e indireta.

Para ingressar no programa os adolescentes precisam ter entre 15 anos e meio e 16 anos e meio incompletos e matriculados em escola publica.

A primeira fase do projeto, com duração de um semestre, compõe um curso de formação pessoal, profissional e para o ambiente de trabalho.

Ao final desta etapa, os adolescentes recebem um certificado, são contratados pela Prefeitura e recebem uma bolsa-auxílio, referente a 30 horas semanal.

O estágio dura até que o adolescente complete 18 anos.

Inaugurado em agosto, o Centro de Empreendedorismo e Inovação em Tecnologia de São Bernardo busca contribuir para o empreendedorismo e a estruturação de negócios que possuam inovação tecnológica, além de identificar e oferecer suporte aos melhores projetos.


Para isso, a ação recebe por meio de chamamento público propostas que apresentem características claras de empreendedorismo e inovação tecnológica até o próximo dia 29. Podem se inscrever estudantes, universitários, empresários e criativos independentes, por meio do endereço: http://www.saobernardo.sp.gov.br/web/sbc/ceitec.

Foto: Gabriel Inamine/divulgação PMSBC

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA