São Bernardo cria canal para a participação popular

0
159

A Prefeitura de São Bernardo lançou nesta quinta-feira (18/05/17) o programa “Governar com você” que promove a participação popular na definição das próximas ações e investimentos da Administração.

A iniciativa dá voz às demandas da sociedade nas mais diversas áreas como Saúde, Educação, Mobilidade Urbana, Segurança e desenvolvimento econômico e social, além de auxiliar na formulação de duas importantes peças que estabelecem prioridades para o próximo exercício financeiro: a Lei Orçamentária Anual (LOA) e o Plano Plurianual (PPA).


De acordo com o prefeito Orlando Morando, o modelo de consulta pública já havia permeado a formulação do plano de governo da atual gestão – por meio da ação Nova São Bernardo, que percorreu bairro a bairro coletando sugestões e idéias –, e será adotado como uma marca do atual governo.

A medida também atende à determinação de legislação que estabelece consulta pública para recebimento de demandas populares em cidades com orçamento superior a R$ 1 bilhão.
“Esse programa vai colher os desejos da sociedade, democratizando o poder, porque o governo não é dono da verdade e, além disso, quem ouve mais erra menos. O modelo antigo de participação popular despedia cerca de R$ 6 milhões. A partir de agora, esse mecanismo passará a custar R$ 500 mil para a Administração, incluindo a divulgação”, informou Morando.

A apresentação da ação reuniu cerca de 550 pessoas no teatro do CEU Regina Rocco, localizado no complexo da Arena Caixa, na Vila Tanque.

Para enviar suas sugestões, os moradores podem acessar o endereço www.governarcomvc.com.br e ajudar a Prefeitura a determinar as prioridades em 14 áreas da cidade, que precisam receber melhorias e investimentos.

Na página, é possível estabelecer três prioridades entre opções pré-determinadas, além de quarta sugestão.

Para os munícipes que não tiverem acesso à internet há ainda a opção de participação nas unidades da Rede Fácil.


Após a coleta de informações, as principais demandas serão catalogadas e incorporadas ao plano de ação do Executivo.

A apresentação das sugestões mais recorrentes, com viabilidade comprovada, será feita até o dia 30 de junho. “O político não pode ter uma visão estrábica e não prestar atenção aos anseios da população. Andando pelas ruas vemos que o povo tem boas idéias, que precisam ser aprimoradas e adaptadas à nossa realidade financeira”, completou o prefeito.

 

Foto:Gabriel Inamine

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA