Santo André reforça Operação Ponto Seguro na Vila Linda

0
335

A Guarda Civil Municipal (GCM) de Santo André desencadeou nesta quarta-feira (7/08/19) mais uma ação da Operação Ponto Seguro, desta vez focada na Vila Linda e região.

Desde as primeiras horas da manhã, a GCM foi destacada para realizar o patrulhamento nos pontos de ônibus para prevenir delitos e aumentar a sensação de segurança da população.

Na manhã desta quarta-feira, a Operação Ponto Seguro teve início na rua Carijós, na altura da Paróquia Cristo Operário.

A atuação dos GCMs visa colaborar para a redução nos índices criminais na região, apontado nas análises quinzenais do Comitê Integrado de Segurança (CIS), da Prefeitura de Santo André.

O prefeito Paulo Serra, acompanhado do Secretário de Segurança Cidadã, Edson Sardano, participou da ação realizada na Vila Linda. “Estamos trabalhando de forma sistemática e efetiva para auxiliar não só a Polícia Militar, mas também a Civil, que atuam de maneira integrada com a nossa GCM para realizarmos um patrulhamento cada vez maior da nossa cidade”, destacou.

Desde o início da Operação Ponto Seguro já foram realizadas 551 ações, percorrendo diversos bairros Vila Palmares, Vila Gilda, Jardim Bom Pastor, Vila Guiomar, Vila Luzita, além de bairros do segundo subdistrito e centro expandido.

Índices em queda – Os números mais recentes divulgados pela Secretaria de Segurança Pública do Estado, relativos ao primeiro semestre deste ano, mostram redução em vários índices criminais em Santo André na comparação com o mesmo período do ano passado.

A quantidade de roubos de veículos caiu 34,39%, de 1.288 para 845 e os furtos de veículos tiveram queda de 6,9%, de 2.262 para 2.106 casos.

Os dados de roubos em geral também tiveram redução, de 3.991 para 3.355, uma queda de 15,94%.

Já as ocorrências de furto caíram 9,29%, passando de 3.584 para 3.251 registros de boletins de ocorrência.

A queda nos índices também é resultado de um conjunto de medidas tomadas pelas forças de segurança do município, que criaram o Comitê Integrado de Segurança, além da adesão do município ao Programa Detecta, que sincronizou 19 câmeras de monitoramento para identificar, por meio da leitura da placa, veículos que estão com queixa de roubo, além do recém lançado Centro de Operações Integradas (COI).

O COI interliga imagens de mais de 300 câmeras em um único espaço, o que triplicou a capacidade de monitoramento de ruas e avenidas da cidade com imagens geradas pela Guarda Civil Municipal, Departamento de Engenharia de Tráfego (DET), Defesa Civil, Polícia Militar, SATrans e Samu, para um atendimento mais rápido de ocorrências, além de proporcionar um caráter preventivo na segurança, com o uso destas imagens para auxiliar em investigações.

 

 

Foto: Helber Aggio/PSA

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA