SA intensifica vacinação contra pólio e sarampo em áreas de baixa adesão

0
175

 Poliomielite e Sarampo são doenças que podem levar o enfermo a óbito.

Como forma de erradicar e evitar a propagação desses vírus, a vacinação é a forma mais segura e eficaz.

Nesta quarta e quinta-feira (12 e 13/09/18), as unidades de Atenção Básica ganharão reforço na campanha de imunização de crianças, na faixa de 1 a menores de 5 anos, contra as doenças.

A Prefeitura de Santo André organizou nestas datas pontos extras (veja ao final do texto) para atendimento desta demanda.

Os locais foram escolhidos por apresentarem menor índice de vacinação na cidade.

“É dever da família assegurar, com absoluta prioridade, a efetivação dos direitos referentes à vida, à saúde, dentre outros em relação aos menores. A forma que pretendemos fazer valer este direito, previsto pelo ECA [Estatuto da Criança e do Adolescente] e demais leis vigentes, é ampla. Por isso, a adesão dos responsáveis à campanha de vacinação em nosso município é fundamental para que nossas crianças não sejam vítimas de doenças, muitas delas sob controle epidemiológico ou já erradicadas”, disse a secretária de Educação, Dinah Zekcer, que é também advogada e pedagoga.

Os responsáveis pelos menores deverão procurar os locais munidos de documento com foto da criança e carteira de vacinação.

O esquema vacinal do Calendário Nacional de Vacinação é composto por três doses da vacina inativada poliomielite (VIP), administradas aos dois, quatro e seis meses, sendo necessários dois reforços com a vacina oral poliomielite (VOP) aos 15 meses e aos 4 anos de idade.

A imunização contra o sarampo é feita por meio da vacina tríplice viral, que protege também contra rubéola e caxumba.

O esquema vacinal é de uma dose aos 12 meses, com um reforço aos 15 meses por meio da aplicação da tetraviral, que inclui a imunização contra varicela.

De acordo com o último levantamento da Secretaria de Saúde, os bairros com menor índice de imunização são: Jardim Cipreste, com cobertura de 11,16% da população estimada, na imunização de ambas doenças; Vila Palmares, com índice de vacinação contra poliomielite de 32,60% e contra sarampo de 33,05%; em terceiro lugar, o bairro Paraíso, com 32,25% da população estimada já imunizada contra paralisia infantil e apenas 35,25% contra sarampo.

Vacinação dia 12/09/18 – Quarta-feira

•          Recreio da Borda:

Creche Professora Nanci Andreoli

R. Guariba, 641 – Recreio da Borda do Campo

Horário: 11h às 13h (horário de saída e entrada das crianças na creche)

•          US Paraíso:

Manhã – 9h às 11h

Paróquia Jesus Bom Pastor – Rua Felício Pedroso, 201 –  Jd. Bom Pastor

Tarde – 14h às 16h

Capela São Vicente de Paulo – Jd. Cristiane – Rua Rangel Pestana, s/nº

•          US Centreville:

Manhã  e tarde – 9h às 16h

Emeif Arquiteto Estêvão de Faria Ribeiro

Rua Luiz Gomes Pain, s/n – Jardim Marek

•          US Palmares:

Manhã e tarde – 9h às 16h

Centro Comunitário da Sacadura Cabral

Rua Luís de Camões s/n – Sacadura Cabral

Vacinação dia: 13/09/18 – Quinta-feira

•          As USF Parque Andreense e USF Paranapiacaba irão utilizar como estratégia a vacinação casa a casa. A estratégia será utilizada devido a grande distância entre um domicílio e outro.  A equipe já mapeou as crianças faltosas.

•          USF Jardim Cipreste:

Manhã- 9h às 11h

Garagem do Beto – Rua Antonio Fagundes, 110 Jd Cipreste

Tarde – 14h às 16h

Garagem do Noé – Rua Cambucá, 157 Jd Cipreste.

Foto: Beto Garavello/PSA

 

RIBEIRÃO PIRES

 

Para ampliar a cobertura de crianças menores de cinco anos imunizadas em Ribeirão Pires contra a paralisia infantil e o sarampo, a Prefeitura, seguindo orientação do Ministério da Saúde, promove a Campanha de Vacinação contra as doenças até essa sexta-feira, dia 14/09/18.

No período, todas as Unidades Básicas de Saúde da cidade disponibilizarão doses das vacinas gratuitamente, das 8h às 17h.

Desde o início do mês até a última prévia realizada, em 6 de setembro, a Secretaria de Saúde e Higiene do município imunizou 75,47% das crianças contra a pólio e 76,98% contra o sarampo.

Com o apoio da Secretaria de Educação, Inclusão, Cultura e Tecnologia da cidade, a Prefeitura reforçou a divulgação da campanha nas escolas municipais.

Mesmo aquelas crianças que já receberam doses das vacinas deverão comparecer à UBS para a verificação da carteirinha e se há necessidade de reforço.

Crianças menores de 5 anos devem ser imunizadas contra a poliomielite – paralisia infantil. Para o sarampo, a vacina está disponível para moradores com idade a partir de 1 ano até os 49 anos, de acordo com a orientação de imunização para cada faixa etária.

A Secretaria de Saúde e Higiene de Ribeirão Pires alerta sobre a importância da vacinação. “Há registros do crescimento de casos das doenças, o que muito preocupa as autoridades de saúde. Essas são doenças perigosas. O sarampo, inclusive, pode matar. É fundamental que os moradores busquem orientações e esclarecimentos junto de nossas equipes. A vacinação é o meio de prevenir essas doenças e está disponível de forma gratuita em nossas UBSs”, avaliou a secretária de Saúde e Higiene de Ribeirão Pires, Patrícia Freitas.

A poliomielite, ou paralisia infantil, é uma doença contagiosa causada pelo poliovírus. Pode infectar tanto crianças como adultos e causar paralisia muscular.

A transmissão ocorre pelo contato pessoa-pessoa, via fecal-oral ou oral-oral – gotículas expelidas ou ingestão de água e alimentos contaminados com fezes contendo o vírus.

O sarampo é uma doença infecciosa, transmitida de forma direta por meio de secreções expelidas ao tossir, espirrar, falar ou respirar.

Pode ser contraída em qualquer idade, especialmente crianças. Entre os sintomas estão febre alta, dores de cabeça, manchas vermelhas pelo corpo e tosse.

Esquema vacinal

Crianças de 12 meses a menores de 5 anos de idade: uma dose aos 12 meses (tríplice viral) e outra aos 15 meses de idade (tetra viral).

Crianças de 5 anos a 9 anos de idade que perderam a oportunidade de serem vacinadas anteriormente:duas doses da vacina tríplice

Adolescentes e adultos até 49 anos:

·         Pessoas de 10 a 29 anos  –  duas doses da vacina tríplice

·         Pessoas de 30 a 49 anos  – uma dose da vacina tríplice viral

Unidades Básicas de Saúde:

UBS CENTRAL

Rua Dr. Virgilio Gola, 24 – Centro

UBS OURO FINO 

Rodovia Índio Tibiriçá s/n, ao lado 2753 – Centro – Ouro Fino Paulista

UBS SANTA LUZIA 

Rua Prof. Antonio Nunes, 551- Santa Luzia

UBS QUARTA DIVISÃO 

Estrada do Sapopemba, 5000 – Quarta Divisão

UBS JARDIM LUSO 

Rua Julio Prestes, 22 – Jardim Luso

UBS JD. VALENTINA 

Rua Francisco Tometich, 274 – Jardim Valentina

UBS JD. CAÇULA 

Rua Fagundes Varela, 08 – Jardim Caçula

UBS VILA SUELI 

Rua Antonio Zampol, 221 – Vila Sueli

UBS GUANABARA 

Rua Fermino G. Pereira, 398 – Vila Gomes

UBS CENTRO ALTO

Rua Aurora, 61 – Centro Alto

Foto: Gabriel Mazzo/Divulgação PMRP

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA