Ribeirão Pires e São Caetano promovem ações contra o Aedes Aegypti

0
376

A Prefeitura da Estância Turística de Ribeirão Pires, por meio da Secretaria de Saúde, promoverá, de 26 a 30 de novembro, a Semana Nacional de Mobilização Contra o Aedes aegypti.

Durante o período, as equipes da Vigilância Epidemiológica da cidade realizarão atividades para reforçar a conscientização dos moradores sobre a importância do combate à proliferação do mosquito, que é o transmissor de doenças como a dengue, zika, chikungunya e febre amarela.

No dia 26, segunda-feira, a UBS Central receberá pela manhã tenda de orientações à população.

Durante a tarde, as equipes da Saúde prestarão esclarecimentos e entregarão materiais informativos no Terminal Rodoviário da cidade.

Nos dias 27 e 29, grupo de profissionais que atuam na limpeza e varrição urbana da cidade, pela Prefeitura, participarão de palestra sobre o combate ao Aedes.

A distribuição de materiais informativos aos moradores também será realizada na terça-feira, 27, na Vila do Doce, e na quarta-feira, dia 28, na UBS do Centro Alto.

Ainda na quarta-feira, a Secretaria de Saúde municipal realizará atividade de orientação e prevenção porta a porta na região central da cidade.

Para encerrar a Semana, no dia 30, sexta-feira, a Prefeitura reforçará as orientações sobre o assunto durante o Dia “D” da Saúde, que acontecerá das 10h às 16h, na Praça Central.

A Secretaria de Saúde e Higiene da Prefeitura de Ribeirão Pires trabalha permanentemente em ações de conscientização para combater a proliferação do mosquito Aedes aegypti.

 Além de receberem denúncias sobre possíveis focos do mosquito, a equipe do Centro de Controle de Zoonoses da cidade acompanha pontos estratégicos – ferros-velhos e pátio de veículos – para monitorar se há infestações em áreas do município.

Em 2018, de janeiro a outubro, a Secretaria de Saúde de Ribeirão Pires registrou entre moradores da cidade três casos positivos de dengue (importados) e um caso positivo de febre amarela (importado de Mairiporã – paciente faleceu em decorrência da doença).

Não foram registrados, no período, casos positivos de zika ou de chikungunya.

SÃO CAETANO

A temporada de chuvas ainda não começou, mas a Prefeitura de São Caetano  já se antecipa para evitar que o Aedes aegypti se prolifere nas casas, terrenos, prédios, empresas e próprios municipais da cidade.

Entre as próximas segunda e sexta-feiras (26 a 30/11), agentes comunitários de saúde e de zoonoses percorrerão as ruas do Bairro Fundação para promover ações de orientação e eliminação de criadouros do mosquito transmissor de doenças como dengue, zika e chikungunya, na Semana de Mobilização Social do Estado de São Paulo.

Segundo o coordenador do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) da Secretaria Municipal de Saúde, Fábio Agostini, na sexta-feira (30/11) será o Dia D Nacional de Mobilização contra o Aedes aegypti. “Nesse dia, além do mutirão porta a porta, haverá palestra informativa aos associados do Centro Integrado de Saúde e Educação (Cise) da Terceira Idade João Nicolau Braido, no Bairro São José, a partir das 8h30, para falar sobre as arboviroses transmitidas pelo mosquito”, informa.

Ainda para os sócios da Terceira Idade, a programação de ações contará com reuniões no Cise João Castaldelli, na segunda-feira (26/11), no Cise Moacyr Rodrigues, na terça-feira (27/11), e no Cise Francisco Coriolano, na quarta-feira (28/11), sempre às 8h30.

Também na segunda-feira (26/11), às 9h e às 14h, haverá apresentação com o teatro de fantoches da Guarda Civil Municipal para alunos da EMI Marily Chinaglia, no Bairro Santa Maria, para abordar o assunto de forma lúdica para as crianças.

Já na quinta-feira (29/11), representantes de todas as secretarias municipais darão início às atividades de prevenção e eliminação dos criadouros em próprios municipais, conforme decreto 11.242/2018.

Segundo determinação, equipes deverão vistoriar periodicamente, em caráter permanente, os imóveis onde estão localizados os órgãos públicos, de forma a eliminar focos propícios para proliferação do mosquito; identificar as áreas que requerem mais atenção; atuar de forma preventiva, e divulgar para os públicos interno e externo as informações educativas para combater vetores em ambientes residenciais ou de trabalho.

Nessas ações, serão observados bebedouros, pratos ou pingadeiras de plantas e vasos, ralos e canaletas, fosso de elevador, plásticos ou quaisquer materiais usados para cobrir equipamentos ou materiais, calhas, lajes e marquises, caixas d´água, vasos sanitários sem uso, caixas de descarga sem tampa ou sem uso, materiais inservíveis, garrafas retornáveis, bromélias, piscina em período de uso ou inativas, aparelhos de ar condicionado e eventuais bandejas de geladeira.

Durante a semana, a operação Cata Treco, organizada pelo Sistema de Água, Esgoto e Saneamento Ambiental (Saesa), dará prioridade aos chamados dos moradores do Bairro Fundação para recolher móveis, eletrodomésticos, entulhos e demais objetos que requerem descarte especial.

A retirada será feita mediante agendamento pelo telefone 4239-1700.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA