Prefeitos da região reclamam da falta de diálogo com Bruno Covas

0
260

O presidente do Consórcio Intermunicipal Grande ABC e prefeito de Rio Grande da Serra, Gabriel Maranhão, disse que está havendo diálogo com o governo do Estado, mas se queixou da postura da gestão Bruno Covas, na capital paulista, que, segundo ele, não estaria tendo nenhum tipo de conversa com os prefeitos da Grande São Paulo sobre as medidas aplicadas na quarentena.

A preocupação se dá com o fato da interdependência econômica e social, além da ligação geográfica, entre a capital e o ABC.

O fluxo de pessoas entre o ABC e a capital (e vice-e-versa), tanto de carro como de transporte coletivo (CPTM, Corredor Metra e Ônibus EMTU), é grande e, qualquer decisão que a capital paulista tomar, vai influenciar na mobilidade da região.

Maranhão disse ainda que a demanda dos ônibus municipais do ABC  ainda está baixa, em torno de 71%, mas o índice de isolamento preocupa, ficando em torno de 45%, enquanto o recomendado pelas autoridades de Saúde do Estado é de, no mínimo, 55%.

A região do ABC tem aproximadamente 2,5 milhões de habitantes e é formada por sete municípios: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra.

O jornalista Adamo Bazani conversou sobre esse assunto com o apresentador do programa Bom Dia ABC, Ricardo Leite, nesta quinta-feira (04/06/20):

 

 

Texto e foto: Diário do Transporte

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA