Pavilhão Vera Cruz volta para a Prefeitura de São Bernardo

0
1103

A memória da Companhia Cinematográfica Vera Cruz merece ser preservada.

Assim como os galpões que serviram de cenário para as filmagens de mais de 40 filmes de longa metragem e documentários  de 1949 até o início da década de 70, o acervo ficou guardado até hoje em São Bernardo.

No entanto, o material está sucateado, com poucas chances de recuperação.

O prefeito Orlando Morando, do PSDB, pediu a rescisão contratual com a Telem, concessionária que deveria investir cerca de R$ 156 milhões em 30 anos  para recuperar o patrimônio histórico.

O acervo ficará sob responsabilidade da Diretoria de Cultura, subordinada à Secretaria da Educação.

Já o pavilhão ficará a cargo da Secretaria de Desenvolvimento Econômico.

O desejo da administração é que o Vera Cruz volte para a indústria cinematográfica.

O chefe do Executivo adiantou que uma TV fará uma vistoria ainda esta semana  para assumir o espaço.

Indignado com o  cancelamento de cursos do Centro Audio Visual (CAV), o que se confirmou com a demissão dos professores, Orlando Morando explica qual será o procedimento a ser adotado pela Prefeitura:

Por enquanto as aulas que estão em andamento vão continuar no Cenforpe.

A nova gestão do Vera Cruz   também envolve a revitalização dos dois teatros.

O estacionamento passa a funcionar como zona azul a partir desta segunda-feira pela Faculdade de Direito.

O valor será o mesmo: R$ 2 a hora.

 

 

 

Fotos: Ricardo Cassin/Divulgação PMSBC

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA