Parque Nascentes de Paranapiacaba é reconhecido como Posto Avançado

0
99

 O Parque Municipal Nascentes de Paranapiacaba, com 4,2 quilômetros de Mata Atlântica preservada no município de Santo André, agora possui o título de Posto Avançado da Reserva da Biosfera da Mata Atlântica (RBMA).

Os Postos Avançados são centros de divulgação das ideias, conceitos, programas e projetos desenvolvidos em uma Reserva da Biosfera e para receber o certificado é preciso que na área sejam desenvolvidas regularmente ações em duas das três funções básicas da reserva, que são: proteção da biodiversidade, desenvolvimento sustentável e promoção do conhecimento científico e tradicional.

O título é concedido pelo Conselho Nacional da Reserva da Biosfera da Mata Atlântica, órgão máximo de gestão da RBMA, ao qual cabe estabelecer as diretrizes para os trabalhos de implantação desta Reserva.

O Parque receberá um certificado atestando o título.

“Desde sua criação no ano 2003, o Parque tem programas voltados para a proteção e conservação da biodiversidade, uma intensa fiscalização, diversas ações de educação ambiental, seja com visitantes, instituições de ensino ou com a comunidade, além de ações com foco no desenvolvimento  sustentável e na participação da comunidade e fomento ao desenvolvimento de pesquisas científicas no local”, afirmou o secretário de Meio Ambiente, Fabio Picarelli.

Preservar e conservar o ecossistema local, além de disponibilizar atividades turísticas, foi o objetivo principal da classificação do Parque Nascentes como Unidade de Conservação  Municipal, em 2003, e do seu cadastramento no Sistema Nacional de Unidades de Conservação (lei federal número 9.985/2.000), bem como do reconhecimento pela Unesco como Zona Núcleo da Reserva da Biosfera da Mata Atlântica.

Antes disso, a área era utilizada para acampamentos, coleta de plantas, caça e visitação desorganizada.

“Esse título, portanto, vem reconhecer que estamos colaborando de maneira significativa com a conservação do bioma Mata Atlântica, um dos mais ameaçados do país, e que estamos no caminho certo”, concluiu o secretário de Meio Ambiente, Fabio Picarelli.

Atualmente o Parque atrai diversos visitantes interessados em percorrer as seis trilhas, que contam com monitores habilitados, e em conhecer as nascentes do Rio Grande, principal formador da represa Billings.

A Reserva da Biosfera da Mata Atlântica foi a primeira unidade de Reserva da Biosfera declarada no Brasil, processo que aconteceu em seis fases sucessivas entre 1991 e 2008.

É a maior reserva da biosfera em área florestada do planeta, com cerca de 78 milhões de hectares, sendo 62 milhões em áreas terrestres e 16 milhões em áreas marinhas, nos 17 estados brasileiros onde ocorre a Mata Atlântica, o que permite sua atuação na escala de todo o bioma.

Existem cerca de 50 Postos Avançados reconhecidos pela Reserva da Biosfera da Mata Atlântica, divididos entre Instituições, Centros de Pesquisas, Reservas Particulares, Jardins Botânicos e Sedes de Unidades de Conservação que funcionam como centros de difusão dos princípios e projetos da RBMA.

Presentes em todas as regiões do mundo, as Reservas da Biosfera têm como objetivo comum a busca pelo equilíbrio da conservação e desenvolvimento humano.

Atualmente, existem aproximadamente 670 Reservas da Biosfera em 120 países.

 

Fotos: Angelo Baima/PSA

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA