Morando autoriza obras de infraestrutura de 130 moradias no Alvarenga

0
902

 Prefeitura de São Bernardo autorizou na noite desta terça-feira (23/10/18) o inicio das obras de implantação de infraestrutura pública para a produção de 130 unidades habitacionais destinadas à realocação de famílias do núcleo Alvarenga Peixoto, situado na região do Grande Alvarenga.

A ordem de serviço assinada pelo prefeito Orlando Morando inclui a elaboração de projetos executivos complementares, canalização aberta do córrego, abertura de via entre as ruas Imola e Alvarenga Peixoto e implantação de redes de água potável e esgoto.

Está prevista ainda a construção de parque linear com playground, bancos, mesas de jogos, quadra de futebol e brinquedos para as crianças.

Serão 917 pessoas beneficiadas diretamente.

As obras terão custo total de R$ 5,94 milhões e serão executadas com recursos próprios e repasses federais, por meio da Caixa Econômica Federal.

A previsão é que os serviços sejam concluídos dentro de 12 meses.

Já a edificação das unidades terá início em 2019, com previsão de conclusão em 2021.

“Os moradores daqui já esperaram tempo demais. Além do saneamento básico e da consequente melhoria na qualidade de vida, estamos entregando um espaço de lazer que poderá ser usado por todos os moradores da região, além de iluminação pública completa”, destacou o prefeito Orlando Morando. Também acompanharam a cerimônia de assinatura de ordem de serviço os secretários João Abukater (Habitação), Luciano Eber (Obras e Planejamento Estratégico), Mario Orsolan (Serviços Urbanos) e Hiroyuki Minami (Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia, Trabalho e Turismo).

Situado em área de manancial, o conjunto de obras faz parte do projeto de urbanização integrada dos núcleos do bairro Alvarenga (Sítio Bom Jesus, Alvarenga Peixoto, Divieia/Pantanal e Jardim Ipê), denominado PAC Alvarenga.

O projeto irá beneficiar milhares de famílias da região, por meio da produção habitacional, consolidação de domicílios, regularização fundiária, além de implantação de parque público e infraestrutura geral.

“Começamos do zero. Tínhamos um local abandonado, inclusive pela empresa que deveria executar a obra, e uma série de problemas no projeto. Fizemos uma verdadeira engenharia e uma série de estudos para que hoje pudéssemos estar aqui autorizando esta obra, que vai prover água, esgoto, canalização e toda a infraestrutura necessária para construirmos estas 130 unidades habitacionais”, completou Abukater.

Fotos: Ricardo Cassin/Divulgação PMSBC

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA