Micro e pequenas indústrias têm os piores índices em 2016

0
354

Definitivamente 2016 não foi um ano favorável para as micro e pequenas indústrias.

A crise política aliada à crise econômica levou as empresas aos piores índices dos últimos anos.

A pesquisa Simpi/Datafolha mostra que os patamares foram inferiores a 2014 e 2015, quando se iniciou o período de recessão.

O índice de satisfação das micro e pequenas indústrias – que leva em consideração a situação geral da empresa, o faturamento e o lucro –  apresentaram queda de  quase 40 pontos nos últimos dois anos, como revela o presidente do Sindicato das Micro e Pequenas Indústrias do Estado de São Paulo, Joseph Couri:

No levantamento de dezembro, as MPI’s opinaram sobre o cenário econômico brasileiro e apenas 1% citou que está ótimo ou bom.

Outros 20% acharam regular e a maioria, 78%, classificaram como ruim ou péssima.

No entanto, o empresariado paulista mostra-se esperançoso quanto ao futuro.

Pelo menos 55% acreditam que 2017 será melhor do que em 2016; 33% preferem acreditar que será igual e 6% enxergam um quadro pior. Outros 6% não souberam opinar.

Mas, para que haja retomada positiva o governo precisa adotar medidas eficazes, segundo Joseph Couri:

O índice de satisfação econômica no Brasil atingiu 23 pontos no ano passado, um pouco acima do que dezembro de 2015 (18 pontos) e muito abaixo do que em 2014 (43 pontos).

Em São Paulo, em 2014 estava em 71 pontos, caiu assustadoramente para 43 pontos no ano seguinte e praticamente ficou estável (45 pontos) no ano passado.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA