Micro e pequenas indústrias têm dados positivos pela primeira vez em três anos

0
365

Desde setembro de 2014, quando teve início a crise financeira no Brasil, o empresariado não tinha uma boa notícia.

Pesquisa Simpi/Datafolha de abril mostra dados positivos nas indústrias pela primeira vez em três anos.

Não dá para dizer ainda se é um sinal de retomada econômica com o fim do aumento do desemprego e o retorno dos créditos, porém houve uma estabilização, segundo o presidente do Sindicato da Micro e Pequena Indústria do Estado de São Paulo, o Simpi, Joseph Couri:

O otimismo atingiu  35% desses empreendedores, ante 26% em março.

Na questão do faturamento, houve melhora em 22% das empresas em abril ante 20% em março.

Mas, 37% ainda disseram que a situação é regular e  40%, a maioria, afirmaram estar ruim ou péssimo.

A margem de lucro também subiu de 19% para 20% no quesito ótimo/bom, embora 37% consideraram regular e 43% ruim ou péssima.

Dessa forma, o cenário passou de negativo para mediano.

Em abril apenas 7% conseguiram acesso ao crédito.

Joseph Couri observa que não houve aumento daqueles que conseguiram financiamento bancário:

Três em cada dez empresas acreditam que a economia sairá da crise apesar da falta de recursos.

Ao menos 59% dos micro e pequenos empresários informaram que a crise é forte, afeta os negócios e impossibilita previsões.

Outros 29% identificaram que a crise está mais branda e o crescimento poderá ocorrer nos próximos meses.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA