Juiz condena Auricchio e Vidoski por doação irregular na campanha

0
94

Na última sexta-feira (05/04/19), o juiz eleitoral Pedro Corrêa Lial condenou o prefeito e o vice de São Caetano, José Auricchio Jr. e Beto Vidoski, ambos do PSDB, a cassação dos mandatos por  receber doação irregular durante a campanha de 2016.

A chapa teria recebido R$ 350 mil de  Maria Alzira Garcia Correia Abrantes, uma pensionista do INSS (Instituto Nacional de Seguro Social), falecida em 2017 e que, à época, recebia R$ 2,8 mil por mês.

Ela foi a maior doadora da campanha.

Além dela, há a denúncia de uma moradora de Jundiaí, Ana Maria Comparini Silva, que doou R$ 250 mil.

O advogado de defesa de Auricchio, Ricardo Penteado, diz que ainda não teve acesso ao processo, mas o prefeito tem os direitos político e eleitoral preservados, já que possui efeito suspensivo.

Além disso, o advogado garante que tão logo seja notificado, vai apresentar recorrer dentro do prazo.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA