Governo federal abre possibilidade de enviar recursos para projetos de mobilidade na região

0
108

Linha 18-Bronze; corredores intermunicipais como a Ligação Leste/Oeste entre São Bernardo e Diadema; Eixo avenidas Guido Aliberto/ Lauro Gomes/ Marginal Córrego Taióca, envolvendo São Caetano, São Bernardo e Santo André; Corredor Sudeste, que vai da avenida Giovanni Battista Pirelli até Ribeirão Pires; Terminais Itapeva, Itapark e Zaíra, todos em Mauá; são alguns dos projetos prioritários destacados pelos municípios na reunião com o secretário nacional de Mobilidade Urbana do Ministério do Desenvolvimento Regional, Jean Carlos Pejo, que passou toda esta quarta-feira  (05/06/19) no Consórcio Intermunicipal Grande ABC.

Ele conheceu as ações regionais para o setor nas sete cidades e abriu diálogo sobre o encaminhamento de verbas por parte da União.

O secretário afirmou que o governo federal disponibiliza R$ 4 bilhões para o programa Avançar Cidades, que hoje é a única expectativa de liberação de recursos para os municípios.

Pejo reconheceu que o Consórcio possui um nível de maturidade técnica pouco visto no Brasil:

 

 

Os projetos com viabilidade imediata para abertura de licitação são de 2013/2014 e já haviam sido encaminhados ao Governo Federal em 2015, orçados em aproximadamente R$ 900 milhões, segundo a coordenadora do GT Mobilidade do Consórcio:

 

 

Andrea Brisida disse que não tem idéia de prazos para aprovação e liberação de recursos.

O secretário executivo do Consórcio, Edgard Brandão, representou o presidente e prefeito de Santo André, Paulo Serra, que cumpriu agenda em Brasília

Pejo conversou individualmente com os prefeitos de Ribeirão Pires, Adler KikoTeixeira; de Rio Grande da Serra, Gabriel Maranhão; de Diadema, Lauro Michels;  o secretário de Transportes de São Bernardo, Delson José Amador; o chefe de Gabinete da Prefeitura de São Caetano, Bruno Vassari, e técnicos da secretaria de Transportes de Mauá.

 

 

 

Fotos: Divulgação Consorcio e Janete Ogawa

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA