Governo de SP monta esquema especial durante a Copa América

0
248

O Governador João Doria e os Secretários de Transportes Metropolitanos, Alexandre Baldy, e da Segurança Pública, General João Camilo Pires de Campos, anunciaram nesta quarta-feira (12/06/19) o esquema especial de transporte público e de segurança que a Capital terá para os jogos da Copa América.

“É a primeira vez que São Paulo faz um programa tão amplo de segurança, envolvendo Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros, Polícia Científica, Guarda Civil Metropolitana, transporte urbano, da Prefeitura de São Paulo, e a linha de trilhos, com CPTM e Metrô pelo Governo do Estado de São Paulo”, disse o Governador.

Nesta sexta-feira (14/06/19), abertura da Copa América, os torcedores que forem ao estádio do Morumbi vão contar com uma operação especial.

A estação mais próxima é a São Paulo-Morumbi, na Linha 4-Amarela, operada pela ViaQuatro, que ficará aberta até 1h da madrugada de sexta para sábado.

Também está garantida a integração nas estações de transferência com as linhas do Metrô e da CPTM.

“Nesta sexta-feira (14/06/19), teremos uma operação diferenciada para que haja reforço de quatro vezes do efetivo de segurança e estaremos ampliando o horário do Metrô e CPTM até 1h da manhã”, declarou Baldy.

O jogo de abertura entre Brasil e Bolívia será às 21h30 e é recomendado aos torcedores que evitem o horário de pico, entre 17h e 19h30.

Na saída do jogo haverá controle de acesso e os passageiros deverão embarcar na estação São Paulo-Morumbi pela avenida Jorge João Saad.

A estratégia especial montada para a partida envolve também o reforço do quadro de funcionários de atendimento e agentes de segurança em São Paulo-Morumbi e nas estações de conexão entre linhas.

A frota de trens na Linha 4-Amarela será ampliada para garantir um intervalo de 3 minutos entre as composições na saída do jogo.

Na CPTM, a estação Pinheiros terá reforço de funcionários e a Linha 9-Esmeralda terá trens reservas para reforçar o serviço, em caso de aumento do volume de passageiros.

Nas estações de integração com o Metrô também haverá reforço de funcionários.

 

Expresso Copa

Para os jogos que irão acontecer na Arena Corinthians, a CPTM irá ativar o Expresso da Copa, com trens saindo da estação Luz diretamente para Itaquera pela Linha 11-Coral.

Em cada jogo, serão três viagens do expresso, de 30 em 30 minutos, a partir de 2 horas antes dos jogos.

A operação foi realizada anteriormente na Copa do Mundo de 2014, com plena aceitação dos passageiros e torcedores.

No Metrô, a Linha 3-Vermelha contará com 5 trens reservas para o transporte dos passageiros em caso de necessidade, além de reforço de funcionários nas principais estações.

Para a chegada ao jogo é recomendada a utilização da estação Artur Alvim aos torcedores com ingressos para o setor Oeste do estádio, enquanto Corinthians-Itaquera deve ser usada por quem vai ao setor Leste.

Para evitar filas na ida e na volta é recomendada a compra antecipada dos bilhetes de acesso ao metrô.

Outras informações podem ser obtidas na Central de Atendimento da CPTM (0800-0550121 – atendimento 24h), do Metrô (0800-7707722, diariamente das 5h à meia-noite) e da ViaQuatro – operadora da Linha 4-Amarela – (0800-7707100, de segunda a sexta, das 6h30 às 22h, e aos sábados e domingos, das 8h às 18h).

 

Trem ambulância

A operação especial vai contar com um trem ambulância, equipado pelo Grupo de Resgate e Atendimento às Urgências (Grau), da Secretaria de Estado da Saúde, preparado para atender emergências.

É uma estratégia preventiva para a necessidade de socorro em massa.

 

Segurança

Para garantir a segurança dos participantes, as polícias Militar, Civil e Técnico-Científica se juntaram a outros 21 órgãos em uma operação interagências.

A operação “Copa América” inclui áreas como aeroportos, hotéis, centro de treinamentos e os estádios que receberão as partidas na Capital – o Morumbi e a Arena Corinthians.

“Estamos há quatro meses trabalhando no esquema de segurança da Copa América.

Para o primeiro dia, teremos 3.016 profissionais envolvidos com a segurança e serão 754 viaturas”, complementou Campos.

A PM ficará responsável pelo policiamento preventivo e ostensivo com o efetivo regular e também 60 vagas de Diária Especial por Jornada Extraordinária de Trabalho (Dejem), além de outras equipes da Corporação.

No Centro Integrado de Comando e Controle (CICC), haverá ainda uma central de monitoramento envolvendo todas as agências participantes.

Os PMs da operação farão varreduras antibomba e escoltas de delegações.

O Comando de Policiamento de Trânsito (CPTran) participará com a distribuição de seu efetivo nas rotas previstas e nos bloqueios operacionais no entorno dos estádios.

O Corpo de Bombeiros integrará a operação auxiliando no estabelecimento de medidas para abandono de área em caso de necessidade, combate e extinção de focos de incêndios, socorro às vítimas, inclusive em acidentes de estruturas colapsadas e eventos de contaminação por agentes químicos, biológicos, radioativos e nucleares, além de protocolos para manejo de materiais contaminados.

A Polícia Civil terá equipes táticas nos estádios, inclusive com atiradores de elite.

A instituição também atuará no entorno dos locais dos jogos com o objetivo de combater “flanelinhas” e a venda irregular de ingressos.

O efetivo será reforçado nos plantões das delegacias nas regiões dos estádios. Além disso, será instalada uma delegacia móvel do lado externo dos estádios.

As equipes de peritos criminais, da Superintendência de Polícia Técnico-Científica, ficarão à disposição das autoridades de polícia judiciária nos locais de jogos em dias de partida.

Integram a operação interagências, além das polícias Militar, Civil e Técnico-Científica, a Polícia Federal e Rodoviária Federal, a Guarda Civil Metropolitana (GCM), a Defesa Civil Estadual e Municipal e a Secretaria da Saúde Estadual.

Além disso, também participam a Prefeitura Municipal, Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) e do Metropolitano de São Paulo (Metrô), CCR (Linha 4-Amarela), SPTrans, Departamento de Transportes Públicos (DTP), Grupo de Resgate e Atenção às Urgências e Emergências (Grau), Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb), Instituto de Pesos e Medias (Ipem), Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), aeroportos, hotéis e o Comitê Organizador Local (COL).

 

Treinamento de resgate em massa 

Em parceria com as Secretarias de Estado da Saúde e Segurança Pública, foi realizado na madrugada desta quarta-feira (12/06/19), um treinamento inédito de resgate em massa com suporte do metrô, como preparativo para a Copa América.

A finalidade é garantir eficácia e celeridade no atendimento a vítimas numa eventual ocorrência de grande porte.

A simulação, que teve duração de sete minutos, foi feita com a mobilização de aproximadamente 200 profissionais, entre equipes de médicos do Grupo de Resgate (Grau), vinculado à Saúde, Bombeiros (SSP) e equipe de segurança da empresa ViaQuatro, responsável pela operação da Linha 4-Amarela do Metrô.

Devido aos jogos nos estádios do Morumbi e Arena Corinthians, o grupo intersecretarial montou um plano de atendimento pré-hospitalar de vítimas, visando alta resolutividade na destinação dos pacientes a hospitais de referência para atendimentos a casos urgentes e emergenciais.

Nos dias dos jogos, profissionais de Saúde estarão alocados nos estádios e, numa situação de desastre, farão triagens iniciais no próprio local.

Os profissionais contarão com macas e todo equipamento médico necessário para transportar pacientes em vagões-ambulatórios.

 

Foto: Governo SP

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA