Especialista alerta: “Erro comum é chamar demência de Alzheimer”

0
287

O médico neurologista da Beneficência Portuguesa de São Caetano e do Hospital Albert Einstein, em São Paulo, Marco Fujino, explicou que existe um erro popular ao confundir a demência com Alzheimer.

Isso leva a um atraso do diagnóstico.

O Mal de Alzheimer é uma doença neuro-degenerativa  que provoca declínio das funções cognitivas.

O principal sintoma é a perda de memória para fatos recentes, cujo principal fator de risco é a idade.

Pesquisas revelam que 10% da população acima de 65 anos vão ter a doença.

Apesar de não ter cura, é possível retardar o avanço com medicamentos.

E quanto mais precoce, melhor a chance de tratamento.

Ouça a entrevista concedida por Marco Fujino no programa Bom Dia ABC, com o apresentador Ricardo Leite:

 

 

 

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA