Convênio com Estado atrasa descentralização da Farmácia de Alto Custo

0
110

A descentralização da distribuição dos medicamentos de alto custo na região ainda depende de uma assinatura do convênio com o Governo de São Paulo.

Nem mesmo São Bernardo, que previa iniciar  no dia 11 de maio, começou a prestar o serviço, mesmo com o Poupatempo totalmente readequado.

De acordo com o prefeito de Santo André e presidente do Consórcio Intermunicipal Grande ABC, Paulo Serra, São Bernardo vai assinar primeiro o convênio e depois Santo André e São Caetano:

 

 

Por enquanto apenas o Hospital Estadual  Mário Covas, em Santo André, possui a Farmácia de Alto Custo.

Pelo novo conceito de descentralização, neste primeiro momento além deste posto o ABC vai contar com o Poupatempo de São Bernardo, que vai atender também a população de Diadema; o Poupatempo Santo André, que pela localização irá beneficiar os pacientes de Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra; e o Atende Fácil de São Caetano.

Com mais postos, a aposta dos Municípios é de que irá desafogar a fila de espera, que hoje chega a cinco horas.

 

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA