Complexo Viário Castelo Branco, em SBC, será entregue em 40 dias

0
171

Para dar sequência ao plano de Mobilidade Urbana, o prefeito Orlando Morando visitou nesta manhã (24/06/10), os serviços finais que contemplam a nova fase do complexo viário Castelo Branco.

Acompanhado do secretário de Transportes e Vias Públicas, Delson José Amador, o chefe do Executivo aproveitou para implantar mais uma contagem regressiva, dando o prazo final de entrega para 40 dias.

Essa, bem como outras obras em São Bernardo, ganharam um novo fôlego a partir da iniciativa dessa gestão que, após organizar as contas do município, conseguiu injetar novos investimentos, retomando mais de 10 grandes intervenções que, até então, se encontravam paradas.

Ao todo, este empenho envolve somas de aproximadamente R$ 500 milhões, com serviços que vão prosseguir até 2020.

“Estamos focados na melhoria da qualidade de vida e em tornar o dia a dia das pessoas mais prático, condizente com a força de trabalho e de negócios que São Bernardo representa. Por isso, torna-se ainda mais relevante o avanço das obras no complexo Castelo Branco, que está em ritmo intenso e com padrão de qualidade para que, depois de concluídas, ampliem a capacidade logística dessa região e contribua para desafogar o trânsito num eixo que já apontava para a existência de uma nova malha viária”, reforçou.

Quem passa pelas imediações do viaduto, inaugurado em outubro de 2018, pode já conferir a nova vista panorâmica que está sendo integrada à região, com a implantação do corredor na Avenida Humberto de Alencar Castelo Brando, além da repaginação às avenidas dos Flamingos e Samuel Aizemberg, essa última com duplicação e, ainda, melhorias nas ruas Araras, Austrália e Bicos de Lacre.

Ao todo, os serviços dessa etapa demandaram R$ 4,5 milhões e contribuem para o avanço do corredor Leste-Oeste, considerada a maior intervenção viária do município, com 13 quilômetros de extensão e, por isso, terá faixa exclusiva para transporte coletivo e facilitará, ainda, a ligação entre as rodovias Anchieta e Imigrantes.

Nessa reta final, mais de 50 operários se dedicam a pavimentação, de mais de seis quilômetros de vias, colocação de mais de 2,7 quilômetros de guias e sarjetas, aos procedimentos finais de drenagem e canalização, além de calçadas e do paisagismo que contemplará esse trecho.

Com a entrega dessa fase do projeto, mais de 250 mil pessoas que moram ou circulam pela região serão diretamente beneficiadas, incluindo os bairros dos Pássaros, Jardim Continental, Jardim Belita e outros próximos; bem como diminuirá os efeitos do alto fluxo de veículos que trafegam nesse eixo da cidade.

 

 

 

Fotos: Omar Matsumoto/PMSBC

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA