Câmara de São Bernardo devolve de R$ 14,5 mi ao Executivo

0
90

O prefeito de São Bernardo, Orlando Morando, recebeu nesta segunda-feira (04/12) do presidente da Câmara, Pery Cartola, o cheque no valor R$ 14,5 milhões referente ao excedente orçamentário do Legislativo para 2017.

Com a medida, o montante empenhado, mas não utilizado pela Casa ao longo dos 12 meses do ano retorna aos cofres municipais para reforçar as finanças da cidade e permitir o prosseguimento de projetos voltados ao bem-estar da população.

O valor é o maior já restituído à Administração no período de um ano e foi possibilitado devido à adoção de uma série de medidas de contenção de gastos, em postura de alinhada à política de austeridade implementada no início do ano pelo chefe do Executivo.

Entre as medidas de ajuste financeiro colocadas em prática durante a presidência de Cartola está a redução de contratos com fornecedores em 25%, interrupção de processos licitatórios em andamento e seus respectivos empenhos, redução de horas-extras e demais despesas.

“Temos compartilhado as decisões do governo e desde o início da nossa gestão a palavra de ordem foi economia, corte de desperdício e de despesas desnecessárias. Foi assim que nos pautamos e assim que conseguimos chegar ao final do ano honrando todos os compromissos, inclusive a dívida que herdamos da gestão passada. Esse valor com certeza nos ajudará com nosso plano econômico”, destacou o prefeito, durante o ato de recebimento do cheque, realizado no Plenarinho da Câmara.

Ao todo, o recurso economizado representou uma economia de aproximadamente dois meses e meio do orçamento da Câmara para este exercício, orçado em R$ 69,7 milhões, conforme orçamento proposto pela gestão passada.

De acordo com Morando, o valor devolvido será fundamental para fechar as contas do ano.

“Conseguimos restituir este montante, que é uma das maiores devoluções da história da Câmara de São Bernardo e uma das maiores do País em percentual. Ficamos muito felizes com os números e quero agradecer todos os funcionários que entenderam o nosso novo modelo e nos ajudaram de todas as formas. Quando recebi essa missão fomos alertados sobre o momento difícil que a cidade vivia e todos entenderam e entraram em ação, sem prejudicar o trabalho dos gabinetes”, afirmou Pery.

Foto: Gabriel Inamine/Divulgação PMSBC

 

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA