BRT do ABC terá linha ampliada até Sacomã

0
138

O Consórcio Intermunicipal Grande ABC abriu agenda nesta quinta (12/09/19) para receber o secretário de Transportes Metropolitanos do Estado de São Paulo, Alexandre Baldy.

A participação na assembléia extraordinária dos prefeitos foi para anunciar os detalhes do BRT do ABC, cujo início das obras está previsto para o primeiro semestre de 2020, como relata o presidente da autarquia e prefeito de Santo André, Paulo Serra:

 

 

A Comissão do Consórcio para acompanhar a instalação do BRT na região será formada por dois representantes de cada cidade, preferencialmente secretários e adjuntos, além de deputados.

Alexandre Baldy acrescentou que o traçado será ampliado até o terminal Sacomã e não mais até Tamanduateí, conforme projeto inicial:

 

 

O projeto completo ainda não foi concluído, o que deverá acontecer até dezembro.

Por isso questionamentos como qual o traçado exato que irá percorrer; como será a concessão para a iniciativa privada;  quantas estações serão erguidas; e qual a solução para áreas onde ocorrem enchentes, não têm respostas por enquanto.

O valor do investimento é de R$ 860 milhões.

A estimativa é que a obra seja entregue no primeiro semestre de 2022.

O secretário declarou que o BRT não terá interferência do trânsito de veículos comuns e, em alguns pontos, podem ser erguidos viadutos para livrar os ônibus dos cruzamentos com os carros.

 

 

Pesquisa de origem e destino mostra que o BRT terá uma demanda de 175 mil passageiros por dia.

Também estão sendo discutidos pelo Governo do Estado outros projetos de mobilidade para a região, como relaciona o secretário Alexandre Baldy:

 

 

Uma delas já teve início: a modernização dos trens da Linha 10-Turquesa.

Além disso, paralelamente estarão em pauta a construção da Linha 20, que trará o metrô para São Bernardo até a Capital; e as obras da estação Pirelli, que será concedida à iniciativa privada.

 

Foto: Adamo Bazani/Diário do Transporte

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA