Ana Flávia comprou gasolina para queimar família

0
452

O caso da família encontrada carbonizada dentro de um carro em São Bernardo está próximo de ser solucionado.

Em depoimento à polícia, Ana Flávia Gonçalves, filha do casal morto, disse que foi ela quem comprou a gasolina usada para incendiar o veículo em São Bernardo do Campo, no ABC Paulista.

A informação foi dada pelo Fantástico, da TV Globo, neste domingo (9/02/20).

O caso aconteceu no dia 28 de janeiro, quando a polícia encontrou um veículo em chamas na estrada do Montanhão.

Nele estavam os corpos de Romuyuki Gonçalves, de sua esposa, Flaviana, e do filho deles Juan.

No dia seguinte, Ana Flávia e sua namorada, Carina Ramos, foram presas suspeitas do crime.

Na última quarta-feira (5/02/20), as duas confessaram participação no assalto à casa da família, mas negaram que tenham matado Romuyuki, Flaviana e Juan.

A intenção era roubar cerca de R$ 85 mil que estaria em um cofre na residência.

De acordo com o Fantástico, a filha do casal foi interrogada por 40 minutos e em nenhum momento chorou ou mostrou arrependimento.

Ela contou que foi ao posto de combustível com um dos três acusados de participação no crime e que o grupo ficou em dúvidas de onde o veículo seria deixado.

– Eles falaram: vai ser onde? No Montanhão? No Sertãozinho ou no Montanhão? Vamos queimar o carro’. A Carina falou: ‘você está louco? Não vai queimar o carro’ (…) Eu fui no posto com o Jonathan. Ele abasteceu o carro, encheu um galão de gasolina – disse.

 

Fonte: Pleno News

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA