Ampliação da rede de esgoto beneficia 7 mil em Mauá

0
418

Para dar continuidade ao trabalho rumo à universalização do sistema de tratamento de esgoto na cidade de Mauá, a concessionária do serviço no município, BRK Ambiental Mauá AS, está executando ações de interligação de tubulações nas bacias dos córregos Bocaina, Taboão e Capitão João, além do Tamanduateí.

Após o fim das obras, as intervenções vão beneficiar mais de 7.600 famílias e aumentar ainda mais o indicador de tratamento de esgoto em território mauaense até o fim de 2018. 

 As redes coletoras de esgoto existentes nos imóveis da cidade e que operam nos bairros Vila João Ramalho, Vila Nossa Senhora das Vitórias, Jardim Cerqueira Leite, Flórida, Jardim Santa Lídia, Vila Augusto, Vila Independência, Vila Carlina, Loteamento Industrial Coral, Capuava, Parque das Américas, Vila América e na Vila Bocaina serão interligadas aos coletores tronco e ao Interceptor, garantindo que o esgoto de aproximadamente 30.400 pessoas, que é despejado diariamente nesses pontos, seja direcionado para tratamento.

Com a conclusão destas interligações, o índice de tratamento de esgoto da região vai contribuir com a recuperação do córrego Bocaina, bem como do Rio Tamanduateí, que nasce em Mauá.

No entanto, além das ações realizadas pela concessionária, é muito importante também que cada munícipe atue dentro de seu próprio imóvel, na regularização das tubulações internas, segregando o fluxo de esgoto separadamente da água da chuva e interligando cada tubulação corretamente, tal como determinam as legislações vigentes.

Nos últimos anos, Mauá se destacou entre as cidades da região que mais realizou tratamento de esgoto.

São 70% de esgoto tratado e com o percentual de 93% da coleta do efluente (resíduos provenientes das indústrias, dos esgotos e das redes pluviais).

 O avanço dos índices de coleta e tratamento de esgoto no município aconteceu após investimentos que já ultrapassam R$ 240 milhões, realizados pela concessionária do serviço (BRK Ambiental Mauá SA), que proporcionaram a ampliação do Sistema Público de Esgotamento Sanitário, a construção de uma Estação de Tratamento de Esgoto na cidade e já contribui com a despoluição de cursos d´água e córregos que cortam o município, tratando mais de 50 milhões de litros de esgoto por dia.

Foto: Divulgação PMM

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA